Chamadas de artigos: Moda e Indumentária

Os estudos sobre moda e indumentária no Brasil remontam aos primeiros 50 anos do século XX no âmbito da Sociologia da Cultura; contudo, foi a partir dos anos 1990, com a expansão dos cursos superiores na área de moda, que a pesquisa acadêmica, direcionada a estes temas, ganhou fôlego. A emergência de grupos de pesquisa em universidades de todas as regiões do País, a organização de seminários e a ampla divulgação de trabalhos acadêmicos em periódicos científicos contribuíram para a difusão do conhecimento e para a formação de novos profissionais. Merece destaque, também, a densidade das teses e dissertações desenvolvidas em diferentes programas de pós-graduação, especialmente nas áreas de história, ciências sociais, comunicação, design e artes visuais.

Examinar a natureza interdisciplinar dessa temática, promovendo uma ampla difusão das fontes atinentes à moda e à indumentária custodiadas por arquivos, museus, bibliotecas e centros de documentação é o objetivo desta edição da Acervo. A Revista visa a divulgar pesquisas de ponta realizadas no Brasil e no exterior, discutindo as diversas perspectivas e abordagens empregadas na análise destes objetos, a partir de diferentes documentos (imagens, trajes, textos, filmes, depoimentos orais, entre outros) numa ampla cronologia. Artigos de natureza teórica; discussões historiográficas; estudos sobre o modo como a indumentária e a moda têm sido tratadas em exposições e sites; a constituição e a preservação de acervos, entre outros temas, também serão bem-vindos.

A revista Acervo aceita trabalhos de doutores para as seções Dossiê Temático, Artigos Livres, Resenhas e Documentos.

As submissões devem ser encaminhadas até o dia 5 de fevereiro de 2018, por meio do portal da Revista Acervo. Os textos devem estar de acordo com o foco e o escopo da Revista e seguir as normas editoriais. Acesse http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/index .