"Os índios no gênero de peões ninguém os excede": utilização da mão de obra indígena e a expropriação de terras e gado guarani no Rio Grande do Sul (1777-1835)
PDF

Como Citar

LUNARDI DIEHL, I. T.; OSÓRIO, H. "Os índios no gênero de peões ninguém os excede": utilização da mão de obra indígena e a expropriação de terras e gado guarani no Rio Grande do Sul (1777-1835). Acervo, v. 34, n. 2, p. 1-22, 8 jun. 2021.

Resumo

Demonstra-se a importância dos indígenas enquanto trabalhadores especializados da pecuária, entre o final do período colonial e início do imperial. Apesar de se acentuarem as alegações da inexistência dos indígenas nos anos de 1820-1830, eles estiveram trabalhando como peões em diversas localidades, contrabandeando gado na fronteira e atuando fortemente para a manutenção das terras e rebanhos das antigas estâncias missioneiras.

Palavras-chave: indígenas; trabalhadores rurais; Brasil império; missões jesuíticas.

PDF

Creative Commons License

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença  Creative Commons 4.0 Internacional