Práticas insurgentes e desobediência epistêmica: currículo próprio, que vem do chão
PDF

Como Citar

HASS KONDO, R.; PORTO TORQUATO, C. Práticas insurgentes e desobediência epistêmica: currículo próprio, que vem do chão. Acervo, v. 34, n. 2, p. 1-21, 18 ago. 2021.

Resumo

Este artigo discute os processos de resistência e reexistência empregados por professores indígenas e não indígenas de uma comunidade Guarani, na proposição de um currículo indígena intercultural/multicultural. Para isso, analisamos os discursos, observando a articulação das vozes dos professores com as vozes oficiais, ou seja, as políticas orquestradas pelos governantes top-down e pelos indígenas bottom-up (Shohamy, 2006) nesse processo.

Palavras-chave: educação escolar indígena; currículo indígena; resistência; poder.

 

PDF

Creative Commons License

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença  Creative Commons 4.0 Internacional