Apogeu e declínio de uma moda burguesa de exportação: flores de pena e ventarolas com aves empalhadas na revista A Estação

Maria Cristina Volpi

Resumo


Este artigo examina, n’A Estação – uma revista de moda internacional de grande sucesso e alta circulação publicada no Rio de Janeiro entre 1879 e 1904 –, a divulgação de flores de penas e ventarolas com aves empalhadas produzidas no Rio de Janeiro para exportação, refletindo sobre a inversão do sentido das trocas culturais no âmbito do consumo de moda.


Palavras-chave


A Estação; ventarolas; flores de penas; animais empalhados; moda feminina no Oitocentos; trocas culturais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Acervo

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

 

ARQUIVO NACIONAL
Praça da República, 173 – Centro
Rio de Janeiro, RJ – Brasil - 20211-350

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desenvolvido com o código aberto SEER/OJS, baseado nos padrões e-GOV