http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/issue/feed Acervo 2022-08-25T00:00:00+00:00 Flora Lobosco ‒ editora executiva revista.acervo@an.gov.br Open Journal Systems <p><strong>CONHEÇA A REVISTA ACERVO</strong></p> <p><em>Acervo </em>é a revista do Arquivo Nacional, publicada desde 1986. Seus números são quadrimestrais, e, desde maio de 2021, foi adotado o formato de publicação contínua. A revista tem por objetivo divulgar estudos e fontes nas áreas de ciências humanas e sociais aplicadas, especialmente história e arquivologia.&nbsp;É composta pelas seções Entrevista, Dossiê Temático, Artigos Livres, Documento e Resenha. <a href="/index.php/revistaacervo/about">Saiba mais</a></p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>CHAMADAS ABERTAS</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><a href="/index.php/revistaacervo/announcement/view/39"><strong>Diálogos desviantes no arquivo: das experimentações artísticas à educação das sensibilidades</strong></a></p> <p>A Revista Acervo abre chamada de artigos e ensaios inéditos para o dossiê <em>Diálogos desviantes no arquivo: das experimentações artísticas à educação das sensibilidades</em>. Essa edição é organizada por Adriana Carvalho Koyama, doutora em Educação pela UNICAMP, docente e pesquisadora colaboradora da Faculdade de Educação /UNICAMP e por Ana Pato, doutora pela FAU/USP, curadora independente, pesquisadora e professora.&nbsp;O prazo para submissão é até o dia 31 de dezembro de 2018.&nbsp;<a href="/index.php/revistaacervo/announcement/view/39">Saiba mais</a></p> <p>&nbsp;</p> <p><a href="/index.php/revistaacervo/announcement/view/40" target="_blank" rel="noopener"><strong>Memória e legado das resistências negras</strong></a></p> <p>A&nbsp;edição é organizada pelos historiadores Carlos Alberto Ivanir dos Santos, do Arquivo Nacional, e Álvaro Pereira do Nascimento, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.&nbsp;O prazo para submissão de artigos é até o dia 30 de abril de 2019.&nbsp;<a href="/index.php/revistaacervo/announcement/view/40" target="_blank" rel="noopener">Saiba mais</a></p> <p>&nbsp;</p> <table border="0" width="1071" cellspacing="0" cellpadding="0"> <tbody> <tr> <td valign="top" width="190"><a href="/index.php/revistaacervo/issue/view/55" target="_blank" rel="noopener"><img src="/public/site/images/flobosco/capa_final_moda_sitepp1.jpg" alt=""></a></td> <td valign="top" width="189"><a href="/index.php/revistaacervo/issue/view/54" target="_blank" rel="noopener"><img src="/public/site/images/victortavares/capa_final_diversiades.jpg" alt="" width="132" height="179"></a></td> <td valign="top" width="174"><a href="/index.php/revistaacervo/issue/view/53" target="_blank" rel="noopener"><img src="/public/site/images/smourao/capa_finalresolucaosite.jpg" alt="" width="135" height="183"></a></td> </tr> <tr> <td valign="top" width="187"> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Moda e indumentária: entre imagens e artefatos</strong></p> <p>v. 31, n. 2 (2018)</p> </td> <td valign="top" width="189"> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Diversidade e(m) arquivos</strong></p> <p>v. 31, n. 1 (2018)&nbsp;</p> </td> <td valign="top" width="174"> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Estado Novo, 80 anos: arquivos e histórias</strong></p> <p>v. 30, n. 2 (2017)</p> </td> </tr> </tbody> </table> <p>&nbsp;</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p>&nbsp;</p> <p class="Default">&nbsp;</p> <p class="Default"><a href="https://www.facebook.com/revistaacervo/" target="_self"><img src="/public/site/images/julianaoliveira/índice2.png" alt=""></a></p> <p class="Default">&nbsp;<a href="https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/" target="_blank" rel="noopener"><img src="http://i.creativecommons.org/l/by-nc-nd/4.0/88x31.png" alt="Licença Creative Commons"></a></p> <p class="Default"><strong>A Revista Acervo consta nos seguintes repositórios e sítios acadêmicos</strong></p> <p><a title="Latindex" href="http://www.latindex.org" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/logo_latindex1.jpg" alt="Latindex" width="150"></a> <a title="Google Scholar" href="https://scholar.google.com.br/" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/Google_Scholar_logo_20152.PNG" alt="" width="120"></a> <a href="http://ibict.br/" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/seer_ibict.jpg" alt=""></a> <img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/oaji2.jpg" alt="" width="180"> <a href="https://www.redib.org/" target="_blank" rel="noopener"><img src="/public/site/images/victortavares/redbib_v1.jpg" alt="" width="271"></a></p> <p><a title="CLASE" href="http://clase.unam.mx" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/doaj31.jpg" alt="" width="200"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/victortavares/CLASE-1.png" alt="" width="200">&nbsp; </a> <a href="http://flacso.org.ar/latinrev/" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/LatinRev3.jpg" alt="" width="100"></a> <a href="http://diadorim.ibict.br/handle/1/1841" target="_blank" rel="noopener"><img style="margin-right: 10px;" src="/public/site/images/julianaoliveira/diadorim.jpg" alt="" width="110"></a></p> http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1872 Páginas iniciais 2022-08-18T20:44:00+00:00 Flora Lobosco flora.lobosco@an.gov.br 2022-08-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Flora Lobosco http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1774 Articular o tempo do Rio Grande do Norte ao tempo da nação 2022-05-31T17:31:27+00:00 Bruno Balbino Aires da Costa bruno.aires@ifrn.edu.br <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">Este artigo tem como objetivo analisar de que maneira Tavares de Lyra instituiu em seu texto “Algumas notas sobre a história política do Rio Grande do Norte”, publicado em 1907, uma dada <span class="italico">ordem do tempo </span>para o Rio Grande do Norte, examinando de que forma as narrativas criadas por ele foram fundamentais para a elaboração de uma memória histórica.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span> <span class="italico">tempo; memória histórica; Rio Grande do Norte.</span></em></p> 2022-08-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1837 Redes de negócios e laços familiares 2022-06-27T18:49:13+00:00 Renato de Mattos renato_mattos@id.uff.br <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">O artigo analisa a atuação da família Andrada nas redes mercantis do Centro-Sul do Brasil às vésperas da Independência. A partir do exame de dois episódios pouco explorados pela historiografia, constata-se que as disputas comerciais entre a família e os grupos concorrentes repercutiram na prática e no discurso político de José Bonifácio e de seus irmãos, Antônio Carlos e Martim Francisco.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span> Independência; José Bonifácio de Andrada e Silva; relações comerciais; São Paulo.</em></p> 2022-08-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1833 Nos bastidores do Sesquicentenário 2022-05-30T17:48:00+00:00 Marcelo Cheche Galves marcelochecheppg@gmail.com <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">O texto explora elementos que conformaram a reedição, em 1972, do principal livro sobre a Independência do Maranhão, publicado em 1862. Para tanto, aborda: a decisão de reeditá-lo, ante outras possibilidades situadas em ambiente de disputas intelectuais; certa leitura sobre quais contribuições seu conteúdo ensejava para aquele momento de efeméride; e o formato, com modificações e acréscimos, que o aproximou das comemorações do Sesquicentenário.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span> Sesquicentenário da Independência; Maranhão; historiografia.</em></p> 2022-08-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1848 As críticas à Assembleia brasileira e o enfraquecimento do papel de Silva Lisboa como liderança intelectual na Independência 2022-06-27T18:48:43+00:00 Guilherme Celestino guicelest@gmail.com <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">Neste artigo analiso os últimos números do periódico <span class="italico">Reclamação do Brasil</span><span class="Emphasis">,</span> de José da Silva Lisboa, quando ele muda seu alvo de questionamento das cortes de Lisboa para os liberais brasileiros que pedem a convocação de uma Assembleia separada da de Portugal. Silva Lisboa passa a ser atacado por aqueles que o admiravam pelo seu papel combativo durante as crises militares do início de 1821. O futuro Cairu passa a ser visto como um apóstata da Constituição, pelos seus pares e por parte da historiografia.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="italico"> Independência; constitucionalismo; liberalismo; jornalismo</span>.</em></p> 2022-08-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1834 O Centenário da Independência na Paraíba 2022-05-28T17:13:38+00:00 Luiz Mário Dantas Burity marioburity@hotmail.com <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">Na ocasião das comemorações do Centenário da Independência, o paraibano Epitácio Pessoa era presidente da República. Tratava-se da primeira vez que um civil nortista ocupava esse posto. O objetivo desse texto é discutir como políticos e intelectuais paraibanos agenciaram essa circunstância para destacar a importância da representação política nortista e dos investimentos nas obras contra as secas para o fortalecimento do sentimento nacional brasileiro.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="italico">Palavras-chave:</span><span class="italico"> Centenário da Independência; Epitácio Pessoa; usos do passado; Paraíba.</span></em></p> 2022-08-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1832 O Centenário da Independência do Brasil nas páginas do Almanaque de Pelotas (1922-1923) 2022-05-26T20:25:49+00:00 Aristeu Elisandro Machado Lopes aristeuufpel@yahoo.com.br <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">O artigo analisa como o <span class="italico">Almanaque de Pelotas </span>abordou o Centenário da Independência política do Brasil nas edições de 1922 e 1923. Atenta para as escolhas dos redatores quanto aos destaques dados tanto à cidade de Pelotas (RS), numa perspectiva de sua inserção na modernidade urbana nacional, quanto às comemorações da efeméride a partir de diferentes construções da figura de d. Pedro I.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="Palavras-chave-"> </span><span class="italico">Almanaque de Pelotas; centenário; Independência do Brasil; comemorações.</span></em></p> 2022-08-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1849 As roupas dos soberanos no período da Independência brasileira 2022-07-19T19:56:15+00:00 Cecília Soares ceciliaebsoares@gmail.com <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">O artigo compara as representações de d. João VI e d. Pedro I em retratos de Estado, e suas expectativas de regência, por meio da análise das vestimentas e dos acessórios com que são ilustrados, entre 1808 e 1831. Argumenta-se que os estilos de indumentária traduzem parcialmente seus entendimentos e planos sobre a política nacional e o papel de monarca ou imperador.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="Palavras-chave-"> </span><span class="italico">indumentária; regência; Independência do Brasil; retratos de Estado.</span></em></p> 2022-09-09T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Cecília Soares http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1847 Gazetas do tempo: documentos para a história? 2022-07-11T21:10:54+00:00 Jhonatas Elyel Silva jhon.atas2010@hotmail.com Gilberto Cézar de Noronha noronha.gilberto@gmail.com <p class="abertura_artigo_resumo_texto_PORTUGUES">O artigo analisa as contribuições da imprensa vintista para a concepção dos Brasis possíveis na aurora do Oitocentos. Interroga-se a construção de uma semântica dos tempos históricos nos discursos veiculados por jornais como o <span class="italico">Astro da Lusitânia</span> e o <span class="italico">Diário do Rio de Janeiro </span>que evocaram figurações do passado para abordar o presente, como verdadeiras potências lançadas sobre o futuro incerto.</p> <p class="abertura_artigo_palavra_chave_PORTUGUES"><em><span class="Palavras-chave-">Palavras-chave:</span><span class="Palavras-chave-"> </span><span class="italico">processo de Independência; história da imprensa; teorias da história; século XIX; história dos conceitos.</span></em></p> 2022-09-20T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Jhonatas Elyel Silva, Gilberto Noronha http://revista.arquivonacional.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1842 Entre conflitos e negociações 2022-07-19T19:52:43+00:00 Karulliny Silverol Siqueira karulliny@yahoo.com.br <p>Resenha do livro <span class="italico"><em>Independência e morte: política e guerra na emancipação do Brasil (1821-1823)</em>, de Hélio Franchini Neto.</span> 1. ed. Rio de Janeiro: Topbooks, 2019.</p> 2022-08-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022