Da doação à adoção: arquivos, memórias e cidadania indígena em contextos de apropriações diferenciadas

Flávio Leal da Silva

Resumo


Este artigo analisa possíveis razões que levaram o povo indígena Parintintin a aceitar a "doação" de documentos digitalizados pelo Museu do Índio. Contextualiza a valorização desses documentos pelos Parintintin a partir da luta pelas terras que tradicionalmente ocupam, sugerindo uma ampliação da noção de documento e a preocupação de reestruturação do Museu do Índio em um cenário possibilitado pela Constituição de 1988.


Palavras-chave


arquivologia; memória social; demarcação de terras indígenas; doação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Acervo

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

 

ARQUIVO NACIONAL
Praça da República, 173 – Centro
Rio de Janeiro, RJ – Brasil - 20211-350

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desenvolvido com o código aberto SEER/OJS, baseado nos padrões e-GOV