Diversidade na instituição arquivística: práticas com públicos especiais no Arquivo Público do Estado do Espírito Santo

Taiguara Villela Aldabalde

Resumo


O artigo apresenta um estudo sobre a seguinte questão: em que medida o Arquivo Público doEstado do Espírito Santo (Apees) tem atendido os públicos especiais no contexto das práticas de mediação cultural? Para tanto se adotou o método de pesquisa documental. Conclui-se queo Apees atendeu pomeranos, ciganos, indígenas e comunidade LGBT em 34 práticas de mediação cultural de diferentes tipos.


Palavras-chave


diversidade; arquivo; mediação; comunidades.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Acervo

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

 

ARQUIVO NACIONAL
Praça da República, 173 – Centro
Rio de Janeiro, RJ – Brasil - 20211-350

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desenvolvido com o código aberto SEER/OJS, baseado nos padrões e-GOV